segunda-feira, 13 de junho de 2016

MEMÓRIAS

O dia 13 de Junho parece ser aziago.

Assim, em

1231,  morre Fernando de Bulhões, o "nosso" Santo António
1958, morre Vasco Santana, actor
1984, morre António (Joaquim R. Ribeiro) Variações, cançonetista
1986, morre Benny Goodman, músico norte-americano
1987, morre Geraldine Page, actriz norte-americana
1993, morre Hermínia Silva, fadista
1997, morre Al Berto, poeta
2005, morrem Eugénio de Andrade, poeta e Álvaro Cunhal, político, artista plástico, escritor, secretário-geral do PCP durante muitos anos


Mas foi a 13 de Junho de 1888 que nasceu Fernando (António Nogueira) Pessoa, poeta maior da língua portuguesa

7 comentários:

Janita disse...

No meio de tanto azar, há (houve) neste dia, um acontecimento feliz!

Já comprou o manjerico?

Um beijinho!

Anónimo disse...

Nasceu o meu segundo neto, Bernardo de seu nome!

José Girão disse...

Ja leram o Passeio de Santo António, de Augusto Gil? Vale a pena, pela sua simplicidade e candura!

500 disse...

Por ordem inversa, comentários aos comentários:

A pedido, vai ouvir o João Villaret, que acabo de publicar (o som não é um primor, mas foi o que se pôde arranjar)

O Anónimo deixou o rabo de fora. Parabéns ao Bernardo que, aliás, já felicitei no FB da mamã

Qual foi o acontecimento feliz a que se refere a Janita? Não comprei nenhum manjerico e já cá cantam dois. Quem tem amigos...

500 disse...

Tenham como não escrita a primeira frase do último meu comentário: é óbvio que o acontecimento foi o nascimento do Fernando Pessoa.

Lia Noronha disse...

E os casamentos que acontecem nesse dia..são azar ou sorte? Muito bom seu espaço...vou adicionar-me por cá.abraços a ti.

500 disse...

Lia: ver outro comentário, pf